Irga e UFSM divulgam primeiro boletim sobre previsão de safra

Divulgação de boletins será feita quinzenalmente pelas instituições.

O Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) e a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) divulgam em seus sites, nesta quinta-feira (15), o primeiro boletim de Monitoramento e Previsão de Safra de Arroz no Rio Grande do Sul. Essa primeira análise aborda as condições meteorológicas no início do desenvolvimento do arroz na safra 2016/17, a situação atual do desenvolvimento vegetativo simulado para o Estado, previsão de ocorrência da diferenciação da panícula (R1) e a previsão de produtividade. O boletim será divulgado quinzenalmente.

Meteorologista e consultora do Irga, Jossana Cera explica que o boletim será sempre elaborado em conjunto com os pesquisadores do Irga e da UFSM. “Esse trabalho servirá como uma importante ferramenta para o produtor rural, principalmente para a previsão da diferenciação da panícula. O orizicultor saberá, por exemplo, a hora mais adequada para a última adubação”, comenta.

A metodologia é baseada no sistema de previsão de safra do milho dos Estados Unidos. No projeto está planejada a previsão de produção total (toneladas) e produtividade (kg/ha), na fase inicial do florescimento (ponto de algodão em R1 da escala de Counce et al., 2000), no florescimento pleno (R4) e na pré-colheita (R9). A previsão enfocará sempre as seis regiões orizícolas do Estado: Fronteira Oeste, Zona Sul, Campanha, Central, Planícies Costeira Interna e Externa.

Clique aqui para acessar o boletim.

Fonte: Imprensa IRGA

Esta entrada foi publicada em Noticias, Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.