14 A 16 DE MAIO - PELOTAS RS

14/05 - PAINEL DA EMBRAPA DISCUTIU AGREGAÇÃO DE VALOR AO ARROZ

COBERTURA EXPOARROZ TECH 2019 - 14/05

n/d

Uma das atrações da Expoarroz no primeiro dia de feira foi o painel intitulado “Identificação varietal na classificação do arroz beneficiado: agregação de valor”, que aconteceu no Auditório Principal, organizado pela Embrapa Clima Temperado - Pelotas. O painel teve como palestrante a representante do MAPA, Fátima Parizzi, que falou sobre a agregação de valor, e ressaltou que as normas de classificação não tem o objetivo de limitar o produtor e o mercado, e sim estabelecer um padrão de qualidade. 

 

Segundo ela, embora a norma não especifique um classificação oficial para grãos nobres ou premium, também não proíbe que as indústrias a realizem: “essa agregação de um valor adicional à cadeia produtiva do arroz é uma porta aberta para o setor se organizar e criar seus próprios programas voluntários de certificação, seja de origem, de qualidade, orgânicos, produção integrada etc.”, ressaltou Parizzi.

 

O painel teve debate com representantes de toda a cadeia produtiva, tanto da produção quanto da indústria e mercado, e o moderador foi Ariano de Magalhães Júnior, pesquisador da Embrapa, que falou sobre a importância da identificação varietal de cultivares de arroz nas embalagens, de forma a valorizar a pesquisa que é realizada para se chegar nos grãos nobres, bem como os produtores que os utilizam, e citou como exemplo os rótulos de vinhos, que especificam detalhes como a safra e o tipo de uva.

 

O pesquisador também falou que não é necessária uma mudança na norma de classificação - algo que poderia restringir e engessar o setor -, mas que deve haver a devida valorização para aqueles que trabalham com essa variedade. “O painel foi extremamente positivo, os objetivos foram clareados e aqueles temores que se tinham nos diferentes segmentos foram esclarecidos, de forma que existe uma possibilidade, nós temos todas essas ferramentas em mãos para podermos avançar nessa proposição”, finalizou o  pesquisador.

Fonte: Reverso Comunicação Integrada

 

 

 

FALE CONOSCO